quinta-feira, 25 de junho de 2020

Furukawa resenha Fatboy Strikes Again, de Don Ramon

Senhoras e Senhores, esse Review contém altos teores de Coxinha e outros Produtos igualmente Gordurosos.

Esse Álbum/DemoTape do Don Ramón ja começa com um discurso do menino gordinho, e depois uma declaração de amor... Só que não. Começa com musica Tosca. Seu "RULIANTA". Vai tomar no meio do seu c*.
Denunciando a Poluição no Planeta Terra e Prevendo o Fim do Mundo, "Falta de Ar" tem uma melodia hardcore podrera com uma intro eu diria bem PowerViolence(pelo menos eu Imagino a Strike The Undead tocando coisas parecidas) e a letra apsear de curta é uma muquetada na cara. Até mesmo o Artie quando cantou ficou com falta de ar(escute a musica até o fim e você me entenderá). Depois, um pequeno Poema em Homenagem a serie Beavis and Butthead: Butthead wears Black, Beavis Wears Blue/When I Say Titicaca, It Means 'I Love You'"!

Em seguida, a música "Orgulho do Papai" parece ser a musica com a letra mais elaborada do disco todo. Umdesabafo, pois ninguém gosta de ser aquele moleque que usa as roupas que os pais escolhem, pulseirinha da Mormaii, Feito pra seguir a Linha com os Pais reprimindo o convívio social. A música "Coxinha" dispensa comentários com exceção deste: HEY, POLICIA, VAI TOMATE CRU!!

E por fim, a música que me fez escrever esse Review: a Cara do Don Ramón, e o Porque que a sigla DxRxFxRx funciona Tão bem. "It's a Fracture" é uma música que não pode faltar em Nenhum show do Madruga, e é a música onde todos (TODOS) os presentes começam a moshar loucamente, fazendo stage dive, derrubando cerveja, escorregando, quebrando o dente, caindo de bike, quebrando o braço, fraturando a perna, e Tudo isso antes dos Primeiros versos. Chegou no "Running My Bike Across the Street", estão todos quebrados, fudidos e cantando junto.

Quando eu comecei a me interessar por musica Underground, eu coloquei no youtube "Bandas Underground de Campinas", e nisso apareceu o Beergod do Muzzarelas e o Fatboy. Dai foi ladeira abaixo, e até agora está sendo a coisa mais divertida que eu fiz na minha vida.
Agora eu peço sua atenção, pois se você é um daqueles que odeia musica jovem - ou qualquer coisa feita por adolescentes -, curta esse review pois eu quero fazer você enfiar suas mãos inteiras nos globos oculares e escorrer sangue pelas suas orelhas.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas