sexta-feira, 13 de julho de 2018

Crônicas de Lê Nunes: A Força da Mulher do Metal

Olá queridos leitores, tudo certo?



Logo vou trazer novidades sobre um festival show de bola onde dessa vez eu vou apenas assistir, apesar de ser um tema do meu nicho de trabalho (e um nicho dessa coluna linda que vos escrevo.) Serão apenas bandas com mulheres no vocal.

Eu também já toquei em um festival do gênero, também sou muito metida a ajudar os organizadores dos eventos, então eu conheço bastante gente da área e tô sempre envolvida com a cena.
No geral sou muito bem tratada, a maioria das pessoas envolvidas são  amigos, conhecidos, mas as vezes tem uma história chata.
Ser uma mulher ativa na cena do Metal as vezes parece inaceitável para algumas pessoas. Alguns acreditam que somos enfeites ou "a namorada do cara da banda".
Agora até sou e não vejo problemas nisso, me orgulho de quem está ao meu lado, mas geralmente eu era A MINA DA BANDA.
Eu sempre tive um nome ativo.



Fiquei extremamente horrorizada em 2016, quando eu tinha minha antiga banda e fomos mandar material para um festival X, porém o produtor pegou o meu número (era eu quem fazia a ponte entre a banda e a organização dos eventos) e começou a me mandar mensagens de cunho pessoal, queria saber da minha vida, do meu estado civil, de qualquer coisa, MENOS da nossa participação no Festival.
Foi então que o baixista da banda tomou a frente e o negócio fluiu.
Obviamente não tocamos no lugar, afinal não me trataram com profissionalismo, foi como se eu só estivesse alí de enfeite.

Esse é apenas um caso, infelizmente ouvimos histórias do tipo o tempo todo.
Mas felizmente temos lindos festivais sérios onde TODOS OS MÚSICOS são valorizados igualmente.
Eu bato sempre nessa tecla, vamos valorizar as mulheres do nosso metal.
Hoje, pra representar muito bem a força da mulher no metal, vamos ouvir as deusas do "Nervosa".

Diga o que você achou desse texto aqui na matéria ou lá no Instagram @lenunnes_ 
Até a próxima!
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário