terça-feira, 15 de maio de 2018

A HORA DO CANIBAL #382



Neste episódio prestamos homenagens a todos os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil e do mundo, mas nos atemos mais aos problemas que enfrentamos em nosso cotidiano.

Mesmo tendo sido passado o primeiro de Maio, Dia do Trabalho, nós trouxemos as melhores críticas feitas pelas bandas brasileiras ao longo de quase 40 anos. Passamos pelos clássicos do Ratos de Porão, Cólera, Inocentes, Garotos Podres e Agrotóxico, assim como rolamos sons de bandas que nos anos 80, do século passado, foram consideradas do mainstream mas faziam críticas sociais em suas letras.

Relembramos um clássico som de Raul Seixas e rolamos clássicos do underground brasileiro como “Tô tenso”, do Patife Band. A ideia desse episódio foi trazer bons sons e reflexão para galera. Mas este episódio não é recomendado aos menores de 16 anos devido a quantidade de palavrões proferidos ao longo de sua direção.


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário