terça-feira, 24 de abril de 2018

A banda do momento: SOCIEDADE CRUA


O nome Sociedade Crua surgiu através de uma análise social. "Todos nós seres humanos estamos sempre nos criando, sempre amadurecendo e ao mesmo tempo ainda estamos crus para a vida, só alcançando um amadurecimento já em um estádio evolutivo adquirido com os anos e a experiência da vida", explica o vocalista Ronaldo Araújo.

A banda de Belo Horizonte já tem 2 discos lançados e uma longa estrada percorrida. "Estamos buscando primeiramente, nos consolidar como banda e com objetivos de ter uma qualidade nos nossos projetos. Estamos planejando entrar no estúdio ainda este ano para começar o terceiro álbum que já esta definido em suas canções", revela o músico.

Nas últimas semanas o grupo participou do Festival de Outono de Porterinha, cidade do norte de Minas Gerais. "Ficamos com o 2º lugar, sendo a única com o trabalho exclusivamente autoral nas 06 fases eliminatórias. Tivemos o reconhecimento e o carinho da cidade pelo nosso trabalho musical. Abrimos portas", comemora o vocalista.

A banda é destaque pelo comprometimento de seus integrantes, Douglas Leal na bateria, Rafael Reis na guitarra e Silas Lopes no baixo. "Temos uma diversidade de gostos musicais que se agregam, a aceitação do que se produz em cada canção", comenta o vocalista Ronaldo Araújo.
As influências são diversas, desde as bandas clássicas da década de 60, 70, 80, no cenário internacional como também as brasileiras.

"Quanto a música no Brasil atual, há uma crise cultural que atinge as necessidade de mercado econômico, e o mercado se utiliza disso. A fácil vinculação de uma diversidade de produções questionáveis acabam saturando os gostos de quem deveria estar procurando novidades de boa qualidade. O mercado econômico é e se tornou o direcionador dos gostos e dos estilos que lhes interessa expor aos que 'devem' consumir seus produtos descartáveis", critica o músico.

Entre as músicas da Sociedade Crua destacam-se Ei Cara, Acordo A Cada Instante, Espiar, Olhos Profundos da Noite, Nessas Estradas Coloridas, Simplesmente, Cantil, Chove e Sabor de Viver. Ouça abaixo a clássica Espiar tocada ao vivo:



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário