quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

A banda do momento: 80 ROCK

Cristiano Plácido - Guitarra, Clayson Gomes - Vocal e Baixo, Lúcio Machado - Teclado, Nério Vitor - Bateria
 "Nos primeiros anos da banda, fazíamos releituras de grandes músicas da década de 80, com isso pensamos no nome Eighty Rock (80 Rock em inglês). Mas notamos que seria mais fácil a pronúncia e fixação do nome em português (Oitenta Rock), por razão de estética visual o oitenta é representado numericamente". Afirma Cristiano Plácido, guitarrista da banda.

Nos últimos meses a banda de Sábara, cidade histórica da região metropolitana de Minas Gerais, está finalizando a composição das músicas do 3° EP, que provavelmente será lançado no final deste ano. Além disso, a banda está marcando shows e festivais fora de seu estado para atingir outras pessoas que ainda não ouviram o som da 80 Rock. Como na foto acima quando tocaram em plena Avenida Paulista, na cidade de São Paulo.

"Não é só a 80 Rock que tem, mas a determinação e humildade dos integrantes é bem notável. Essas duas qualidades fazem toda banda seguir firme em busca dos objetivos", conta Cristiano sobre o convívio entre os membros do grupo fundado em 2013. "As nossas influências vem em sua maior parte da cena musical da década de 80, cada integrante tem grupos e estilos musicais diferentes de influência, porém convergindo para essa década extraordinária", explica.

O guitarrista vê que o consumo de música no Brasil passa por fases. "O Mainstream no Brasil é cíclico em relação a visibilidade, alternando entre os gêneros musicais com o passar do tempo. Já teve a época do Samba, Bossa Nova, Rock, Sertanejo, Pagode, Funk, Pop, Axé. Acreditamos que a época atual é a do sertanejo universitário e que em algum momento o Rock voltará a ter destaque". A 80 Rock que inclusive no ano de 2018 alcançou um grandioso destaque: estar no TopFive de seu gênero no Melhores do Ano de 2018.

Sobre seu trabalho a banda dá destaque para uma canção em especial. "Temos várias músicas preferidas, mas a que consideramos o cartão de visita da banda é a música 'Nem Tudo Está Perdido'. Ela resume bem a sonoridade e a mensagem que a banda quer passar. Além disso, tem um apelo sentimental por ser a faixa título do nosso primeiro EP". Ouça a abaixo:





Laguna Metal Fest: sétima edição já tem data, cast e local confirmado

O Agosto Negro Produções mais uma vez impecavelmente anuncia o cast, local e valores de ingressos para o Sétimo Laguna Metal Fest.


O Laguna Metal Fest VII, contará com as bandas Posthumous e Imperious Malevolence como headliners do evento, vindo logo atrás, AlkanzA que acabou de lançar seu disco "Caos Codificado", Raging War que lançou um dos melhores discos de Thrash no ano passado e Molitium que também trouxe um dos melhores discos de Heavy Metal também de 2018 (inclusive entrando para lista d'O SubSolo como um dos melhores.

Não muito atrás e nem tão menos importante a Obscurity Vision que lançou seu full-lenght também em 2018 e esta cada vez em ascensão  no estado catarinense com seu brutal estrondo sonoro. A novidade pelas redondezas fica pelas participações de Cerberus, Volkmort e Syntz. 

Para quebrar o gelo do festival e uma estratégia que vem dando certo, o Agosto Negro Produções convocou o projeto OzzDoctor, que exalta a excelência de um dos maiores vocalistas do mundo, Ozzy Osbourne.

O evento acontecerá dia 27 de Abril no Clube de Campo em Laguna/SC, com início previsto para às 13h. 
Ingressos disponíveis no www.minhaentrada.com.br com direito a dois lotes promocionais e um valor justíssimo para quem comprar na portaria do evento no dia do "baile".

Coberturas:
Rifferama
Cultura Em Peso
Urussanga Rock
Underground Extremo
O SubSolo

Apoio Cultural:
Metal 'n Roll Group

Maiores informações:

End of Pipe: banda catarinense assina com selo da Turquia

End of Pipe é uma banda de Punk Rock de Florianópolis/SC




Influenciados por nomes como Garage Fuzz, Farside, Samiam, e Bad Religion, a banda está na atividade desde 2006 e carregam em seu currículo dois EP's, além de um split com a lendária banda americana, Down by Law.

A End of Pipe, também tem registrado uma bem sucedida turnê pelos Estados Unidos, sendo 16 shows em 10 estados americanos diferentes, realizado no mês de abril de 2017. Já em 2018 voltando a terras americanas e fazendo 15 shows, passaram pela incrível experiência de tocar em um dos maiores festivais de Punk Rock do mundo, o "The Fest", que acontece na Flórida com mais de 300 bandas de todos os cantos do mundo, registrando a marca de ser a primeira banda brasileira a participar do cast do evento.

Com foco e determinação, a End of Pipe se prepara para lançar seu novo disco com dez faixas e para isso, assinaram com o selo Mevzu Records (www.mevzurecords.com) da Turquia e terá o seu disco mixado e masterizado em Chicago/EUA por Mark Michlik, produtor que já assinou álbuns como: Much The Same, Counterpunch, The Swellers e muitos outros.


Uma das músicas do futuro disco, será "Get Alive" que inclusive foi lançada como single e videoclipe, assista agora mesmo:


Fonte: MK Press

Bisho Extreme Fest: segunda banda confirmada para festival catarinense

O Bisho Extreme Fest de 2019, tem tudo para ser o melhor de todas as edições. Após anunciar a primeira banda com uma marretada na orelha, é a vez de conhecermos a segunda banda confirmada para esse festival brutal que Tubarão/SC e região tem orgulho de receber: AxVx : Anal Vomitation é o nome da vez.



Oriunda de Indaial, estado de Santa Catarina e com uma proposta de fazer um som sujo, repulsivo e doentio, a banda teve seu início em setembro de 2013, onde 4 amigos decidiram compor canções bailantes ao melhor estilo Tupa-Tupa, com teor doentio, no intuito de causar ânsia, nojo e aflição. Contamos com 2 álbuns produzidos de maneira independente e 2 splits com bandas brasileiras e europeias. Em produção um split com bandas Sul-Americanas, através do selo Toilet Records (MEX).

As letras basicamente falam de depravação humana, tortura sexual, DSTs, necrofilia e podridão. Essa é a Anal Vomitation - Pornogore/Goregrind, com influências de bandas do cenário nacional, como Flesh Grinder, Ovários, Offal e também do cenário internacional como Rompeprop, Gutalax, Spasm, Mortician.

Formação:
Teko Gore - vocal

Sujeira - guitarra

Trash Molinari - bateria
Malária das Trevas - baixo

Confira uma prévia da pancadaria que está por vir:

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Kike Oliveira: junto de Armandinho no próximo final de semana no "Arena Verão Show"

E começa o ano de Kike Oliveira. Após um ano de muitas conquistas e bastante trabalho, 2019 começa com um show junto de Armandinho na sua terra natal, Imbituba/SC no Arena Verão.




Kike Oliveira que se prepara para apresentar futuramente um novo material, continua focado na sua agenda e nada melhor para começar o ano do que uma apresentação ao lado de um dos ícones atuais da música brasileira, Armandinho. 

Arena Verão Show foi criado com o intuito de trazer para Imbituba entretenimento e diversão sem sair da cidade, grandes shows e estrutura de primeira e assim todo ano a cidade litorânea traz apresentações de grande estrutura para entretenimento de anfitriões e turistas que escolheram Imbituba como a cidade pra o seu descanso anual.




Armandinho e Kike Oliveira irão tocar na sexta-feira dia 15, com inicio previsto para às 22h. Os ingressos estão disponíveis no www.minhaentrada.com.br e maiores informações podem ser encontradas no https://www.facebook.com/arenaveraoshow/

Enquanto isso, assista o clipe de "Linda Flor", trabalho mais recente de Kike Oliveira:


Fonte: MK Press

AlkanzA: ouça agora mesmo o novo álbum "Caos Codificado"

O AlkanzA segue cada vez mais insaciável e acaba de lançar no último domingo (10) o seu novo disco intitulado "Caos Codificado".  




Antes do lançamento, os catarinenses do AlkanzA reuniram no Califórnia 85 Studios, algumas mídias da região sul, para que os mesmos tivessem uma audição antecipada do disco, resultando em boas resenhas antecipadamente ao disco. 

As resenhas apresentadas por: Metal Etílico, Cultura em Peso, Underground Extremo e O SubSolo, alcançaram o resultado esperado pelos membros, causar curiosidade no público que devorou o disco no dia do lançamento, sendo que ouviram como se fosse o último disco a ser ouvido em suas vidas. 

O disco está disponível nas melhores plataformas de streaming, porém, "Caos Codificado" tem uma peculiaridade ímpar relacionado a outros discos lançados pelo grupo. O disco está disponível também em versão física, que pode ser adquirida com os membros ou pela fanpage oficial do AlkanzA: https://www.facebook.com/alkanzaofficial.

Escolha a plataforma digital de sua preferência e não deixe de ouvir "Caos Codificado":
https://www.deezer.com/fr/album/86439062
https://open.spotify.com/album/0sVKaJBq4Nbb3yRVaC04eF?si=WzSBSka5QhqZvt88M1R-RQ
https://www.youtube.com/watch?v=Dqo9lHOHixY&list=OLAK5uy_naa3r6ZRDW5vFoFwetbBnxLQgD2gdAbSY

AlkanzA tem o apoio de R.Nandi Premium Guitars, Califórnia 85 Studios, Agosto Negro e MK Assessoria.

Fonte: MK Press

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

A banda do momento: KARBONO



"No ano de 2013, eu tinha esse projeto em mente, montar uma banda, mas que escrevesse suas próprias músicas. Então pensei que o nome teria que ser bem autoral também" explica o talentoso Alexandre Batista. O vocalista da banda Karbono conta que a ideia do nome do grupo tem dois contextos. "O primeiro, remete ao papel carbono, voltar aos anos 80, anos 90 e lembrar de algo muito utilizado. A segunda ideia é o mineral carbono e seu alto poder de calor. Tentamos ser o mais quente possível ao vivo". O grupo é de belo Horizonte e tem um som típico do rock brasileiro.

Atualmente os músicos estão em estúdio gravando o segundo EP, com seis músicas inéditas, e previsão de lançamento para o primeiro semestre de 2019. As principais influências da Karbono são as bandas: Titãs, Engenheiros, Barão Vermelho, Lobão, Capital e RPM. Relação que pode ser sentida na pele durante os shows do grupo, já que o vocalista é também baixista do grupo, remetendo a grandes grupos do Brasil e exterior. "Acredito que o ao vivo da Karbono seja interessante. Priorizamos apresentar um show bem elétrico em 220 volts", brinca Alexandre, que curiosamente é gaúcho, e há algum anos reside em Minas Gerais.

O cenário musical brasileiro é visto por ele com certo ceticismo em relação aos rumos ideológicos dos artistas. "No Brasil existem muitas bandas ótimas musicalmente, mas infelizmente não tem o espaço que merecem. O maistream é recheado de variedades em estilos musicais. Não gosto de citar nomes ou estilos que não fazem minha cabeça, mas posso dizer que sinto falta de artistas mais idealistas. Hoje em dia existe muita maquiagem e músicas que não transmitem muita coisa".

"Músicas são como filhos, você gosta de todas elas. Mas algumas realmente são mais marcantes. 'Voando Baixo' é uma dessas músicas, transmite uma energia positiva, tanto no instrumental quanto na letra. Depois de muito 'nãos' e pessoas negativas ao redor, resolvi escrevê-la. Coração Blindado é outro cartão de visitas da Karbono. Ela conta a história de uma garota que sai de casa aos 16 anos para se perder nas noites promíscuas de uma metrópole. Particularmente, curto muito essa letra. Veja o clipe abaixo:


Postagens mais antigas Página inicial