quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

OsTorto: novo clipe punk e fofo sem o tradicional "deboche"


Desta vez sem "deboche" a banda gaúcha chega com o vídeo clipe da faixa "Vinicius", homenageando o filho do baterista da banda Thalis, conquistando os corações mais amáveis do punk rock. A faixa encerra o set do mais recente EP lançado, o ritmo sonoro era cantarolado como uma canção de ninar que virou um tema instrumental meio Descendents/All influenciados por alguns toques de surf rock. 


Thalis, batera da banda relata: "O início da vida é permeado de vários momentos incríveis. Quando meu filho, hoje com dois anos e meio, era ainda menorzinho, toda vez que eu ia embalar ele no colo pra fazer dormir, ficava cantarolando melodias de diversas músicas, umas populares e outras inventadas na hora. Uma dessas inventadas se repetia frequentemente. Até chegar ao ponto de eu conseguir imagina-la tocada pela banda. Assim nasceu "Vinícius" - não o meu filho rsrsrs, a música. Curta e direta como um instrumental à lá Descendents/ALL. Com muito amor, carinho e barulho. Se ontem ele dormia com essa música, hoje ele pode dançar".

O instrumental da banda se rende a um momento mágico e família, muito importante sem deixar de encaixar a banda ao gênero do Surf Rock, que cresce cada vez mais tendo lançamentos de coletâneas e abrangência no cenário das mídias independentes.

“É Verdade Esse EP” é o sétimo registro da banda em 24 anos de carreira. Sendo que cinco desses registros inéditos foram lançados nos últimos cinco anos. Como se fosse uma meta pessoal da banda em lançar algum material inédito todo ano. Antigamente se ensaiava para gravar, hoje se grava para ensaiar. O novo paradigma tecnológico também muda nossos comportamentos. Ninguém sabia muita coisa (ou nada) sobre esses sons antes de entrar no estúdio. Talvez essa tenha sido a fórmula testada/encontrada pela banda para manter a tradição de um lançamento inédito por ano. Ou talvez tenha sido simplesmente uma experiência coletiva de criação de música: Três sons arranjados pela banda que tocou [esses sons] pela primeira vez no dia da gravação. As três canções também dão início ao processo de produção do próximo álbum, que será lançado em 2019.


O EP está disponível nos seguintes links

domingo, 17 de fevereiro de 2019

Topthree: três situações que músicos não deveriam ter "misturado álcool e palco" - #01

O público do Rock e do Metal é sem dúvidas nenhuma, o povo mais apaixonado por cerveja do mundo. Porém, essa paixão nem sempre é bom misturar com dias de shows, mesmo assim, alguns artistas renomados conseguiram fazer suas trapalhadas misturando "álcool e palco". 




Confira nossa lista:

01) Dave Grohl - Foo Fighters

O mais inusitado é que Dave Grohl não estava bêbado (eu acho) e o mesmo começou o ano de 2019 levando um pequeno tombo durante sua apresentação em Las Vegas/EUA.

Um vídeo postado no Twitter, mostra o cantor animado e correndo pelo palco e se dirigindo até a plateia, porém após descer um degrau grande, Dave como de costume se aproximou de um fã e ganhou uma cerveja.

Se não fosse o suficiente, o músico colocou a lata em cima de um equipamento e tentou tomar apenas com a boca, isso mesmo, sem usar as mãos. Não acabou bem. Depois de derrubar a bebida, o músico pegou com a mão, tomou um "golão" e ao retornar para o palco dando um salto, se desequilibra e.... Assista no vídeo a seguir a partir dos 0:52


02) James Hetfield - Metallica
 
Você já imaginou o poderoso James Hetfield sendo anti-profissional? Pois então, nem todos somos perfeitos. Agora, já imaginou o baterista Lars Ulrich assumindo os vocais do Metallica? Não também? Meu amigo, tenho uma raridade aqui pra ti.

E um triste episódio, James arremessou copos de cerveja na multidão e Lars Ulrich assumiu os vocais da banda nesta apresentação, apesar de tudo, pasmem, o resultado foi muito bom, confira:


 03) Slash - Guns 'n Roses

Slash sempre foi um cara "recatado e do lar" , aparência quietinha e sempre um monstro com o instrumento em mãos. O que muitos não sabem, é que ele bebia antes de alguns shows e em um desses o mesmo rasgou um short (calção) e ficou reclamando no microfone muito embriagado, o guitarrista ficou mesmo indignado de ter rasgado o short, confira:






quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

A banda do momento: 80 ROCK

Cristiano Plácido - Guitarra, Clayson Gomes - Vocal e Baixo, Lúcio Machado - Teclado, Nério Vitor - Bateria
 "Nos primeiros anos da banda, fazíamos releituras de grandes músicas da década de 80, com isso pensamos no nome Eighty Rock (80 Rock em inglês). Mas notamos que seria mais fácil a pronúncia e fixação do nome em português (Oitenta Rock), por razão de estética visual o oitenta é representado numericamente". Afirma Cristiano Plácido, guitarrista da banda.

Nos últimos meses a banda de Sábara, cidade histórica da região metropolitana de Minas Gerais, está finalizando a composição das músicas do 3° EP, que provavelmente será lançado no final deste ano. Além disso, a banda está marcando shows e festivais fora de seu estado para atingir outras pessoas que ainda não ouviram o som da 80 Rock. Como na foto acima quando tocaram em plena Avenida Paulista, na cidade de São Paulo.

"Não é só a 80 Rock que tem, mas a determinação e humildade dos integrantes é bem notável. Essas duas qualidades fazem toda banda seguir firme em busca dos objetivos", conta Cristiano sobre o convívio entre os membros do grupo fundado em 2013. "As nossas influências vem em sua maior parte da cena musical da década de 80, cada integrante tem grupos e estilos musicais diferentes de influência, porém convergindo para essa década extraordinária", explica.

O guitarrista vê que o consumo de música no Brasil passa por fases. "O Mainstream no Brasil é cíclico em relação a visibilidade, alternando entre os gêneros musicais com o passar do tempo. Já teve a época do Samba, Bossa Nova, Rock, Sertanejo, Pagode, Funk, Pop, Axé. Acreditamos que a época atual é a do sertanejo universitário e que em algum momento o Rock voltará a ter destaque". A 80 Rock que inclusive no ano de 2018 alcançou um grandioso destaque: estar no TopFive de seu gênero no Melhores do Ano de 2018.

Sobre seu trabalho a banda dá destaque para uma canção em especial. "Temos várias músicas preferidas, mas a que consideramos o cartão de visita da banda é a música 'Nem Tudo Está Perdido'. Ela resume bem a sonoridade e a mensagem que a banda quer passar. Além disso, tem um apelo sentimental por ser a faixa título do nosso primeiro EP". Ouça a abaixo:





Laguna Metal Fest: sétima edição já tem data, cast e local confirmado

O Agosto Negro Produções mais uma vez impecavelmente anuncia o cast, local e valores de ingressos para o Sétimo Laguna Metal Fest.


O Laguna Metal Fest VII, contará com as bandas Posthumous e Imperious Malevolence como headliners do evento, vindo logo atrás, AlkanzA que acabou de lançar seu disco "Caos Codificado", Raging War que lançou um dos melhores discos de Thrash no ano passado e Molitium que também trouxe um dos melhores discos de Heavy Metal também de 2018 (inclusive entrando para lista d'O SubSolo como um dos melhores.

Não muito atrás e nem tão menos importante a Obscurity Vision que lançou seu full-lenght também em 2018 e esta cada vez em ascensão  no estado catarinense com seu brutal estrondo sonoro. A novidade pelas redondezas fica pelas participações de Cerberus, Volkmort e Syntz. 

Para quebrar o gelo do festival e uma estratégia que vem dando certo, o Agosto Negro Produções convocou o projeto OzzDoctor, que exalta a excelência de um dos maiores vocalistas do mundo, Ozzy Osbourne.

O evento acontecerá dia 27 de Abril no Clube de Campo em Laguna/SC, com início previsto para às 13h. 
Ingressos disponíveis no www.minhaentrada.com.br com direito a dois lotes promocionais e um valor justíssimo para quem comprar na portaria do evento no dia do "baile".

Coberturas:
Rifferama
Cultura Em Peso
Urussanga Rock
Underground Extremo
O SubSolo

Apoio Cultural:
Metal 'n Roll Group

Maiores informações:

End of Pipe: banda catarinense assina com selo da Turquia

End of Pipe é uma banda de Punk Rock de Florianópolis/SC




Influenciados por nomes como Garage Fuzz, Farside, Samiam, e Bad Religion, a banda está na atividade desde 2006 e carregam em seu currículo dois EP's, além de um split com a lendária banda americana, Down by Law.

A End of Pipe, também tem registrado uma bem sucedida turnê pelos Estados Unidos, sendo 16 shows em 10 estados americanos diferentes, realizado no mês de abril de 2017. Já em 2018 voltando a terras americanas e fazendo 15 shows, passaram pela incrível experiência de tocar em um dos maiores festivais de Punk Rock do mundo, o "The Fest", que acontece na Flórida com mais de 300 bandas de todos os cantos do mundo, registrando a marca de ser a primeira banda brasileira a participar do cast do evento.

Com foco e determinação, a End of Pipe se prepara para lançar seu novo disco com dez faixas e para isso, assinaram com o selo Mevzu Records (www.mevzurecords.com) da Turquia e terá o seu disco mixado e masterizado em Chicago/EUA por Mark Michlik, produtor que já assinou álbuns como: Much The Same, Counterpunch, The Swellers e muitos outros.


Uma das músicas do futuro disco, será "Get Alive" que inclusive foi lançada como single e videoclipe, assista agora mesmo:


Fonte: MK Press

Bisho Extreme Fest: segunda banda confirmada para festival catarinense

O Bisho Extreme Fest de 2019, tem tudo para ser o melhor de todas as edições. Após anunciar a primeira banda com uma marretada na orelha, é a vez de conhecermos a segunda banda confirmada para esse festival brutal que Tubarão/SC e região tem orgulho de receber: AxVx : Anal Vomitation é o nome da vez.



Oriunda de Indaial, estado de Santa Catarina e com uma proposta de fazer um som sujo, repulsivo e doentio, a banda teve seu início em setembro de 2013, onde 4 amigos decidiram compor canções bailantes ao melhor estilo Tupa-Tupa, com teor doentio, no intuito de causar ânsia, nojo e aflição. Contamos com 2 álbuns produzidos de maneira independente e 2 splits com bandas brasileiras e europeias. Em produção um split com bandas Sul-Americanas, através do selo Toilet Records (MEX).

As letras basicamente falam de depravação humana, tortura sexual, DSTs, necrofilia e podridão. Essa é a Anal Vomitation - Pornogore/Goregrind, com influências de bandas do cenário nacional, como Flesh Grinder, Ovários, Offal e também do cenário internacional como Rompeprop, Gutalax, Spasm, Mortician.

Formação:
Teko Gore - vocal

Sujeira - guitarra

Trash Molinari - bateria
Malária das Trevas - baixo

Confira uma prévia da pancadaria que está por vir:

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Kike Oliveira: junto de Armandinho no próximo final de semana no "Arena Verão Show"

E começa o ano de Kike Oliveira. Após um ano de muitas conquistas e bastante trabalho, 2019 começa com um show junto de Armandinho na sua terra natal, Imbituba/SC no Arena Verão.




Kike Oliveira que se prepara para apresentar futuramente um novo material, continua focado na sua agenda e nada melhor para começar o ano do que uma apresentação ao lado de um dos ícones atuais da música brasileira, Armandinho. 

Arena Verão Show foi criado com o intuito de trazer para Imbituba entretenimento e diversão sem sair da cidade, grandes shows e estrutura de primeira e assim todo ano a cidade litorânea traz apresentações de grande estrutura para entretenimento de anfitriões e turistas que escolheram Imbituba como a cidade pra o seu descanso anual.




Armandinho e Kike Oliveira irão tocar na sexta-feira dia 15, com inicio previsto para às 22h. Os ingressos estão disponíveis no www.minhaentrada.com.br e maiores informações podem ser encontradas no https://www.facebook.com/arenaveraoshow/

Enquanto isso, assista o clipe de "Linda Flor", trabalho mais recente de Kike Oliveira:


Fonte: MK Press
Postagens mais antigas Página inicial